Almoço da ABG

Alguns membros da Academia Brasileira de Gastronomia nos reunimos no último dia 17/06 para um almoço informal no restaurante Capim Santo em São Paulo, da chef Morena Leite (que acaba de ter uma filha -Parabéns Morena!), para conversar sobre o futuro da ABG.

P1050055

A ABG é uma entidade cultural e apolítica, formada por apreciadores e entendedores da culinária brasileira, não profissionais de cozinha nem empresários de restaurantes, que tem o único objetivo de preservar e promover a cultura gastronômica brasileira e suas características exclusivas e regionais. Somos membros da Academia Internacional de Gastronomia e assim como as demais Academias de diversos países temos diversos projetos de interesse para a gastronomia brasileira, que serão realizados a partir de 2010. Neste momento estamos em busca de apoios institucionais para a viabilização de uma série de atividades, que em seu tempo serão relatadas aqui e na mídia em geral.

E no fim de setembro teremos mais uma reunião internacional, desta vez na cidade de Sevilha durante o evento Andalucia Sabor, para assinar a criação da Academia Iberoamericana de Gastronomia junto às entidades irmãs dos países desta região, entidade que terá a finalidade de aproximar as ações realizadas em nosso continente com as Academias européias, pois estas, por serem mais antigas, têm uma maior presença em seus países.

Tendo mais interesse sobre a ABG nosso email é abgastronomia@gmail.com. Em breve postarei mais notícias sobre a ABG por aqui.

Anúncios

Dica para quem não cozinha mas quer fazer pratos legais

Se você quiser ser um chef de verdade vai demorar muito tempo estudando e praticando, e se quiser ser bom mesmo vai ter que passar a vida se dedicando a isso, mas se quiser aprender a preparar só alguns pratos e ter umas dicas fundamentais, pode ser tão rápido quanto pegar o carro e dar um pulo no Capim Santo e ter uma aula com a chef Morena Leite ou com seus vários convidados que ministram aulas em encontros únicos e exclusivos, com jantar e bate-papo agradabilíssimos. Veja a programação da escola do Capim Santo aqui. Eu não sou cozinheiro e só me aventuro de vez em quando na cozinha, mas fui na semana passada na aula dela e olha aqui o que foi que eu mesmo preparei em 35 minutos:

p1040886

Não é prá impressionar qualquer convidado na sua casa? É um linguado recheado com farofa de palmito pupunha, com molho de hortelã, laranja e pimenta de cheiro, acompanhado por um petit gateau de banana da terra com laranja. Simples, fácil e prático de se fazer. Não parece? Mas é. E é claro também que você não vai virar um cozinheiro só com uma aula, mas vai ter a sensação que entrou no bonde andando e ainda sentou na janelinha, e o melhor, as aulas são divertidíssimas e boas para conhecer pessoas legais.  

A escola do Capim Santo tem encontros com diversos temas, como este que fui, e tem também um curso que a Morena ministra em 4 aulas, onde você aprende desde as bases até alguns pratos mais elaborados. Veja as fotos:

p1040870

Panorâmica da área da cozinha, com a Morena Leite ao fundo dando a aula

Chef atenta aos alunos

Chef atenta aos alunos

A mesa do jantar, cada um come sua prórpia preparação, mas degusta também os demais - benchmark!

A mesa do jantar, cada um come sua própria preparação, mas degusta também os demais - benchmark!

Explicações da chef até durante o jantar!

Dedicação da chef até durante o jantar

Vá com amigos e divirta-se aprendendo. Aqui eu (no meio) com meus amigos..

Ótimo programa para ir com amigos... (aqui eu sou o do meio)

É isso aí, qualquer um pode aprender a cozinhar pratos dignos de chef, ou pelo menos a ponto de não fazer feio na hora de impressionar com seus dotes culinários em um jantar para poucos convidados. Aliás, para os solteiros ou descasados, isto é tiro e queda…

E para quem quer a receita deste prato da Morena Leite, aqui vai:

 

Peixe

1,200 Kg de filé de linguado (4 filés)

1 limão

sal e pimenta do reino a gosto

 

Recheio

50 ml de azeite

5g de alho

5 0g de cebola

500 g de palmito pupunha

300 ml de leite integral

200 g de pão de forma

sal a gosto

 

Petit gateau de banana

5 bananas da terra bem maduras(500g)

300 ml de suco de laranja

130 g de manteiga

70 g de açúcar

70 g farinha de trigo

8 gemas

4 claras

 

Molho

Suco de 1 dúzia de laranjas

100 g de geléia de pimenta

10 g pimenta de cheiro picada em brenoise pequeno sem semente

5 folhas de hortelã picada

10 g de farinha de trigo

10 gramas de manteiga

 

Preparo:

Temperar os filés de linguado com o limão, o sal e a pimenta do reino. Reserve. 

Recheio: Doure o alho na manteiga, acrescente e refogue a cebola, deixe dourar e adicione o palmito ( cortado em cubos bem pequenos). Refogue, acrescente o leite e quando o palmito estiver cozido adicione  o pão picado e tempere com o sal e a pimenta do reino. Mexa até soltar da panela. 

Coloque o recheio no filé de peixe e enrole como um rocambole e leve ao forno de 9 a 12 minutos a 180°C

Petit gateau: Descasque as bananas, corte-as em rodelas e adicione o suco de laranja. Amasse bem e leve ao fogo até cozinhar. Derreta a manteiga, acrescente à banana e bata no liquidificador até obter uma massa lisa. Coloque em uma tigela e acrescente o açúcar, mexendo até esfriar. Acrescentar as claras, as gemas peneiradas e por último a farinha de trigo. Mexa delicadamente. Colocar para assar em forminhas untadas com manteiga e farinha em forno a 180°C por 3 a 4 minutos. 

Molho: Espremer as laranjas e deixar reduzir o suco misturado com a geléia de pimenta e a pimenta de cheiro picada em brenoise pequeno.  Reduzir por aprox. 25 minutos em fogo baixo.  Acrescentar a farinha de trigo misturada com a manteiga para engrossar e por último a hortelã picada. 

Rendimento: 4 porções

Tempo de preparo: 1 hora

Grau de dificuldade: médio