Pesquisas do blog – último resultado

lupa2Como vocês viram, aqui do lado esquerdo tem sempre uma pesquisa sobre assuntos gerais ligados ao tema do blog. Acabo de trocar de pesquisa. A última ficou aqui durante um mês com a seguinte pergunta:

“Você acha que os jornais e revistas deveriam ter entre eles um acordo comum com critérios ou regras éticas para fazerem suas críticas a restaurantes?”

De 1691 pessoas que viram a página no último período de 30 dias, 12 responderam à pesquisa!!… e o resultado foi 75% (9) responderam que SIM e 25% (3) responderam que NÃO.

De início eu achei que haveria um monte de respostas, mas depois fui checar os números gerais da web e vi que a média de cliques em um link proposto (pesquisas, propaganda, etc) é de 0,5%, ou seja, de todas as pessoas que vêem uma página web apenas 0,5% clicam em links que não estão ligados ao texto que lêem. Isto é uma estatística mundial. Aqui consegui subir um pouquinho esta média pois esta pesquisa alcançou 0,7% de cliques. 

Agora coloquei uma pesquisa sobre a lei antifumo, vamos ver se mais pessoas respondem ou não. Daqui a um mês (mais ou menos) fecho a pesquisa e abro os resultados.

Votem e sugiram temas para pesquisas também!

Aproveito para agradecer aos que me lêem aqui. Muito obrigado! Nunca fiz muita publicidade do blog, mas aos poucos está aumentando a sua visibilidade. Vamos ver onde vai dar tudo isto!:)

abs!!

Anúncios

Vacas felizes são autóctones e têm nome

A Mimosa

A Mimosa (foto: publicenergy no flickr)

Nesta semana as vacas devem ter sido o assunto principal entre os pesquisadores britânicos.

Esta noticia da BBC Brasil, que é ótima para os amantes de animais e talvez ajude um pouco a consolar os veg-veg hiper-vegetarianos, diz que vacas que recebem um nome e são tratadas como indivíduos produzem mais leite, e são por isto obviamente mais felizes. O estudo é da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, e diz que a produção anual de uma vaca pode aumentar em até 285 litros se ela for, digamos assim, considerada. Aqui pensando bem, acho que os nossos caipiras já sabiam disso faz tempo.

E esta outra notícia diz que um estudo da Universidade de Londres descobriu que as vacas têm sotaque regional ao mugir. Ou seja, mugem de um jeito aqui e de outro acolá. Um tal de professor John Wells, que investigou o assunto, disse: “Eu passo muito tempo com as minhas vacas, e definitivamente elas mugem com um sotaque de Somerset”.

É isto aí, cada vaca no seu quadrado…